quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Descompassado

Ao som do terreiro
O atabaque ditando o pensar,
Sentindo laços quebrados
Pela história esquecida
Olhando o céu percebo
Que nada entendo de MIM!
O outro no EU,
Era o OUTRO em MIM
O OUTRO no EU;
O EU descobre no OUTRO;
Que não há EU, porra nenhuma!
O que existe é o OUTRO no EU,
Agindo em MIM.
Um NÓS tão distante
Para um EU egoísta,
Nascido do OUTRO
Que repele o NÒS
Fudeu!
Não sou mais EU.
E não superei o meu EU.
Porra, Caralho, Fudeu!!!
Precisamos Juntos
Construir este NÓS.

Coração Adolescente

Procuro resposta para silenciar meu coração agitado;
Procuro resposta para apagar o brilho em meus olhos;
Procuro resposta para firmar minhas pernas trêmulas;
Procuro resposta para aliviar este frio na barriga.
Procuro resposta em você,
Pois sinto tudo isso quando estou ao seu lado.
Será que é...
Porque te amo?