domingo, 24 de julho de 2016

Gaiolas não libertam

Espinhos são sempre espinhos
Não vai querer tê-los pelo caminho
Ao cair de uma arvore.

Sentimentos são complexos
Não, não tem nexo
Mentir para preservar.

Não somos perfeitos
O medo é um de nossos defeitos
E nem sempre nos torna melhores.

Ciúmes é vaidade
Amar é ambiguidade
Pois engaiolamos para não perder.