quarta-feira, 12 de maio de 2010

Ta bom!

Ponto final,
Na métrica,
Na réplica,
Sem tréplica.

Ao menos...
No mais...
Nem mais,
Nem menos,
Subjetiva.

Idéia reclusa
Na angustia,
Constante,
Abruptamente,
Interrompida.

Apenas um
Ta bom!
Suave,
Discreto,
Irônico
E devastador.